Univesp

Uma lição de discriminação

25/09/2013

Documentário acompanha experiência de uma escola primária que mostra quão rapidamente as crianças podem assimilar a segregação

Desde o começo dos tempos, os seres humanos têm tendência a formar grupos, excluindo assim estranhos, inimigos ou qualquer um que seja diferente. Tais atitudes, mesmo que não incentivadas, tornam-se arraigadas a partir de uma idade muito precoce.

O documentário "Uma lição de descriminação" acompanha uma experiência em uma escola primária no Canadá que mostra o quão rapidamente as crianças podem assimilar a discriminação e todas as suas repercussões.

Annie Leblanc, uma professora do ensino primário em Quebec, conduziu um experimento no qual ela afirmou que estudos científicos provam que as crianças menores são mais criativas e inteligentes, e as mais altas são desajeitadas e preguiçosas. Ela dividiu sua turma com base nessas suposições. No dia seguinte, ela virou o jogo e fez com que se invertessem os papeis.

Algumas das crianças de nove anos de idade entenderam que era tudo um jogo, mas para a maioria da turma acabou por ser uma experiência muito poderosa, que provavelmente refletirá nas suas ações para o resto da vida.

Veja o documentário no vídeo abaixo.